Viver é sonhar

Quando crianças, nós não sabemos a diferença entre sonhar e viver, sobretudo não há diferença entre realidade e fantasia. Tudo é real. Nada é distinto. Tudo é uma grande unidade e alegria, porque tudo é possível.

Ninguém ainda ensinou o que é feio, o que é certo, a vida é um total deslumbre. Essa criança aprende com sagacidade, absorve com avidez, e reconhece vivendo intensamente: o que dói, dói muito, o que sacia, alivia.

A criança que ainda vive em nós, continua sendo essa verdade. Continua não olhando para os limites, nem para os perigos da vida, porque o perigo da vida é deixar de sonhar. Quantos sonhos ficaram pelo caminho nessa trajetória de crescer? Quantos foram dobrados, amassados, jogados no fundo da mala no porão?

Apenas os zumbis não sonham porque já morreram. Sonhos são o combustível para a vida, mais do que são as calorias. Sonhos fazem mover, fazem acontecer. Quem sonha vai além do que imagina, porque a imaginação está aquém do sonho. Para quem sonha não há dia seguinte, há o hoje, agora!

Publicado por fe kurebayashi

alquimista de sabores e das palavras.... selvagem como toda mulher deve ser!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: